Chia, a semente da moda

Chia, a semente da moda

chia

A chia (Salvia hispanica L.) é considerada um dos superalimentos do momento.
Conhecida desde há muitos anos pelas suas propriedades medicinais e utilizada no México desde os Aztecas contém 15 a 20% de proteína, 26-41% de hidratos de carbono e 30-33% de gordura, 60% desta proveniente do ácido alfa-linolénico (ómega 3) e 20% do ácido linoleico (ómega 6), ambos essenciais e necessários diariamente para uma boa saúde. Apresenta uma riqueza em fibra dietética (18-30%), vitaminas e minerais (cálcio, magnésio, potássio), ausência de glúten e micotoxinas e um elevado teor em compostos fenólicos (com propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, anticancerígenas e anti-trombóticas).
A sua riqueza em fibra permite-lhe absorver grandes quantidades de água, formando um gel viscoso que facilita o trânsito intestinal e promove a saciedade.

Alguns estudos demonstraram alguns benefícios da ingestão de chia (até 25g/dia), nomeadamente na redução do peso corporal, da trigliceridemia e da glicemia em jejum e pós-prandial. No entanto, e apesar da sua utilização histórica sugerir que o seu consumo é seguro para indivíduos não alérgicos, são ainda controversos os resultados relativos à sua influência no emagrecimento e são necessários trabalhos que avaliem a sua biodisponibilidade, a segurança da sua ingestão e a sua influência na prevenção e/ou tratamento da doença.

Dica: Junte 2 colheres de sopa de sementes de Chia por dia, previamente hidratadas com um pouco de água (durante 10 minutos), aos seus iogurtes, batidos ou sopas.

Por: Mafalda Magalhães
Nutricionista Aquafitness Marisol
Email: nutricao.marisol@aquafitness.pt
www.aquafitness.pt