Dicas para respirar na corrida

Dicas para respirar na corrida

Aprende algumas técnicas de respiração na corrida!
É certo que o sucesso na corrida está dependente do treino das pernas, mas aplicar algumas técnicas de respiração corretas pode também contribuir significativamente para a nossa abilidade em correr melhor.
Se conseguirmos inalar muito oxigénio sem comprometer a nossa eficácia de corrida, teremos uma grande vantagem face a outros corredores que lutam por respirar corretamente.

Quando ficamos sem fôlego

É normal por vezes sentirmo-nos com falta de ar quando estamos a correr. O nosso corpo depende de oxigénio para trabalhar e os nossos músculos vão precisar de ainda mais oxigénio quando estiverem a praticar uma atividade física mais intensa. Quando estamos a correr, o nosso corpo tem que fornecer constantemente oxigénio aos músculos, para que eles possam ter energia e providenciar a força necessária para correr. Assim, os nossos pulmões têm que trabalhar mais para absorver mais oxigénio do ar e é por esta razão que muitas vezes nos sentimos com falta de ar enquanto corremos.

Se quiserem testar os limites do vosso sistema respiratório enquanto correm, há um teste fácil que podem fazer e que se apelidou do “teste da conversa”. Comecem por correr num ritmo que vos permite respirar facilmente. Neste ritmo deverão ser capazes de conversar confortavelmente com os vossos companheiros de corrida. Depois, tentem correr um pouco mais rápido e voltar à conversa. Quando não conseguirem manter uma conversa de forma fácil e confortável, provavelmente quer dizer que vão depressa demais.

Técnicas de corrida simples

Se forem capazes de respirar de forma adequada à vossa corrida, poderão melhorar a vossa resistência e correr distâncias maiores. As técnicas de respiração certas vão ajudar o vosso corpo a entregar oxigénio aos músculos de forma mais eficiente, o que vai fazer com que se sintam mais confortáveis a correr. Eis algumas dessas dicas:

1. Respirar pela boca

Em circunstâncias normais é natural que se respire pelo nariz. No entanto, quando estamos a correr, provavelmente todos usamos a boca para respirar. Se respirarem de forma confortável pela boca, conseguem inspirar maiores quantidades de oxigénio, bem como libertar mais di+oxido de carbono. Esta é a melhor forma de inspirar quantidades suficientes de oxigénio para os nossos músculos.

2. Respiração abdominal… com a barriga, sim!

Quando estamos a correr não devemos respirar com o peito. Para introduzir mais oxigénio no nosso sistema, temos que aprender a respirar “com a barriga”, ou de outra forma, aprender a fazer respiração abdominal. Podem-se deitar e experimentar respirar com a barriga quando estiverem em casa (inspirem e inchem barriga, expirem e vazem a barriga – usem uma mão em cima da barriga e outra no peito e a mão do peito não pode subir ou descer) e depois aplicar a técnica durante a corrida.

3. Respiração curta e superficial

A melhor forma de respirar enquanto se corre é fazer respiração curta e superficial. Não vão conseguir correr muito longe se estiverem constantemente a respirar de forma profunda e prolongada. No entanto, se sentirem dificuldades a respirar enquanto sobem, por exemplo, uma encosta íngreme, algumas respirações longas podem ajudar a recuperar o ritmo respiratório.

4. Respirar com ritmo

É importante respirar ao ritmo da corrida. Esta é uma das principais dificuldades que eu vejo nos iniciados que começam a dar os primeiros passos de corrida e, talvez, um dos mais importantes. Devem inspirar e expirar a um ritmo consistente, não importa se estão a correr rápido ou lentos. Uma forma de verificar se estão a respirar ao ritmo da corrida é contar os passos que dão enquanto correm e inspirar/expirar em cada 2 passos ou até mesmo 2 passos.

Por José Guimarães
Mais informações em www.desedentarioamaratonista.com