PR6 Castro de S. Lourenço

PR6 Castro de S. Lourenço

logo pr6 esposende

Este percurso tem início no castro de S. Lourenço e segue para a descoberta de outros monumentos milenares, marcas da presença do homem em tempos anteriores aos castros, que se encontram localizados no planalto de Vila Chã.

Não só será a valência monumental, como motivo para esta caminhada, pois há muito mais que apreciar, em termos paisagísticos, naturais e etnográficos.

Seguindo em qualquer direção, este percurso sinalizado nos dois sentidos irá permitir a passagem por diferentes paisagens que se encontram ao redor da freguesia de Vila Chã. Por entre as matas e florestas de pinheiro-bravo, giestas e urzes, campos agrícolas e vinhedos, e também pela arriba fóssil, há que apreciar a diversidade da fauna, onde coexistem a raposa, o gato-bravo e o javali, o gaio, a águia redonda, a lebre e o esquilo, que afazem o deleite de quem percorre os seus quase 10km.O segredo será fazer este trilho no tempo que a sua observação e a sorte o ditarem.

Pontualmente a arqueologia irá presenteá-lo com alguns dos mais emblemáticos exemplares de monumentos funerários, tais como os dólmens da Portelagem, do Rapido e o da Cruzinha, sendo este último um dos mais raros e interessantes, por possuir duas estruturas em pedra sob a mesma mamoa. Por ser um dos locais de maior interesse, deverá permanecer mais tempo no castro de S. Lourenço. Uma vez aí, poderá visitar as ruínas milenares e imaginar, através dos núcleos reconstruídos, o dia a dia das populações castrejas. Mas, se o seu interesse é paisagístico, junto à capela dedicada ao mártir S. Lourenço poderá desfrutar da beleza cénica da orla atlântica e de quase todo o litoral do concelho de Esposende, com especial atenção ao Parque Natural do Litoral Norte e à foz do rio Cávado.

Uma vez no lugar da Abelheira, poderá alongar um pouco mais a visita e contemplar os moinhos de vento e os engenhos d’agua que outrora laboraram a moer o milho.

Quanto às muitas lendas que povoam o imaginário popular, poderá não conseguir ver as “mouras encantadas” que se escondem nas mamoas mas, se tiver sorte, encontrará numa grande laje de granito (penedo da Pata do Cavalo) as marcas das ferraduras do cavalo que carregava a N. Sr.ª e o Menino quando estes fugiam dos romanos para o Egito, ou ainda a “Fonte da Virtude”, que o livrará das “maleitas” do pesado fardo do tempo com a água da eterna juventude. Quiçá, não será mesmo esse, o segredo desta caminhada?

Início | Fim do percurso:
Castro de S. Lourenço – Vila Chã

Duração: 4 horas
Distância: 10,5 km

Nível de dificuldade: Baixo

Entidade promotora:
CM Esposende